É cada coisa que acontece 2!

Em junho de 2011 publiquei um post aqui neste espaço falando de um tal cliente que eu estaria trabalhando e alguns amigos haviam me alertado sobre o modus operandi do sujeito. Mesmo assim eu havia aceitado o desafio.

Pois muito bem aqui vai a parte 2 da minha aventura:

A conversa era bonita dizendo-se presidente disso e daquilo, mostrou-me uma casa grande, ar de pousada mal cuidada, para tentar me impressionar. Desde o momento que botei o pé lá eu já havia pesquisado o bastante para saber que o local é de aluguel e, inclusive o dono já havia tentado tirar, através de ação de despejo. Quem me disso isso foi uma rápida pesquisa na internet que mostrou-me também um caso que ficou notório  que revelarei em outro post.

O papo era que aquele empreendimento que estava funcionando naquele local seria realocado para outro imóvel e lá surgiria (a viagem) o maior, único, maravilhoso aonde a hight society baiana iria frequentar. De cara pensei:se esse negócio não for levado com competência vai dá merda. Mas da boca de quem come feijão e arrota caviar eu já esperava.

– Temos até um 3D e vamos fazer um project aí você vai ver o wonderfull baiano!

Eu ví que este trabalho iria me divertir, não pelo dinheiro que era uma merreca, mas por ser um novo desafio.

E eu, botando pilha! – A gente transmite por fan.page do Facebook, coloca um telão gigante de led com os twettes dos frequentadores. Traz Ivete Sangalo e o escambau na inauguração. E tome idéias estaparfúrdias perfeitamente compartilhada. Era o mesmo que querer que o Santos desse uma sonora goleada no Barcelona.

Na próxima semana…. tem mais inclusive com imagens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *